quinta-feira, 25 de abril de 2013

sábado, 20 de abril de 2013




Na superfície,
placidez de anil.

Nas águas profundas,
tropel de correntezas.


Olhar miúdo só percebe a boca do funil...




segunda-feira, 15 de abril de 2013

Homenagem a Lapidum Joias



Meu olhar de safira
acende e confessa:

minha alma, gema bruta,
que em mim faz toada,
já não mais refuta

quer ser lapidada...

***

minha mão di(amante)
alicia e convida
e em teu corpo desenha
a mais atrevida rima

tu és raridade neon
turmalina paraíba...

***

meus lábios de rubi
enquanto dormem
se entreabrem

- sonham ser beijados por ti...



domingo, 14 de abril de 2013

Sentimentos opostos



Sou letra impressa
em cárceres e janelas

faço versos (ins)pirados 
em bosques de inquietações


- onde habitam lobos e querubins

desses que cantam
e hipnotizam
meu sexto e sei lá
quantos sentidos e
entorpecem uma dor
que nunca cessa

deito no dorso
de cometas alados
só para sentir o furor
do vento na face,
que mesmo coberta
por um véu de rendas
arrepia-se ao menor lampejo de brisa...